quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Procura-se: Viva ou Morta!

A felicidade, meus caros amigos, está em vias de extinção. Não sei se isto é da idade, (mais um dito popular do que propriamente a razão da minha afirmação), ou do facto de ser uma observadora assumida que tenho reparado que os portugueses sorriem e riem muito pouco. Presos a uma expressão sisuda e pouco simpática, raramente mostram os dentes. E hoje em dia não há cá razões para ter vergonha da dentição, basta enviar um email para a SIC a inscrever-se no programa do Dr. White.
Se levarmos uma atitude positiva perante a vida, preservando a boa disposição, isso reflectir-se- à nos mais variados campos da nossa vida pessoal. Custa alguma coisa largar o jornal ou a boa da revista por alguns segundos, dizer um "bom dia" ou um "obrigado", dar uma informação, mostrar um sorriso e fazer uma boa acção?
Não custa nada sermos mais felizes, pois não? Pensem nisso.

12 comentários:

  1. Os portugueses, neste momento, têm poucos motivos para rir ou sorrir, embora tenham sido eles a escolher este governo. Ou melhor dizendo, a esquecerem-se de ir votar, porque a praia ou o passeio foi mais urgente no dia. E assim têm esta paga! Vamos ver se aprendem e se para a próxima não são tão inertes...

    Dito isto, também não acho que custe muito ser mais simpático com os outros e sorrir! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. tem receio de moastrar os dentes

      Eliminar
  2. Correndo o risco de me acusares de estar para aqui a filosofar, diria que a felicidade não se encontra, sente-se! Cabe-nos a nós fazermos para nos sentirmos felizes, mesmo nos dias de hoje em que todo o mundo parece conspirar para fazer parecer tal tarefa impossível. Dito isto, diria que, por mais que seja algo já muito dito, não há dúvida que os portugueses, enquanto povo, não são reconhecidos pela sua alegria. É uma questão de forma de estar. A mistura de fatalismo e angústia existencial que nos permite ter o fado como canção e ser os “donos” da palavra saudade têm essa consequência (não vou dizer inevitável mas…).
    Por fim também te direi que, é minha opinião, a norma, o geral, o mais comum é apenas isso o que mais se vê mas se procurares e estiveres atenta, encontras mais exceções do que poderias estar à espera! ;)

    Beijinhos,
    FATifer

    ResponderEliminar
  3. Hoje em dia os sorrisos são como os almoços. Já não os há grátis...
    Então também viajou para a margem Sul?

    ResponderEliminar
  4. A minha felicidade está bem viva e recomenda-se.
    Um sorriso, uma gargalhada, é nota dominante no serviço. Para quê estar sisuda se lá vou estar 7horas fechada?
    Assim aproveito, mostro os dentes, sorrio, e as rugas aparecem e que bom que é.
    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Teté: Tenho de concordar contigo. Os portugueses cavaram a sua própria, agora estão a enterrar-se até aos cabelos! Que se pode fazer? Parece que ainda não sabemos definir prioridades... Beijinhos

    FATifer: Não te acuso de filosofares, pelo contrário, acho que o teu ponto de vista é bastante lúcido e válido. Acho que tenho de estar ainda mais atenta para ver se encontro mais excepções à regra! Beijinhos

    Carlos: Lá isso é verdade! Qualquer dia até um copo de água se paga! Não viajei para a margem sul, eu sou da margem sul! :P Beijinhos

    Carlota: É esse o espírito que precisamos! Alegria, boa disposição, sorrir para vida e ela sorrir-nos-à de volta! Beijinhos

    Rafeiro Perfumado: Não sejas assim tão pessimista, rafeiro! Se procurarmos bem, ainda encontramos um sorriso. Não ficas feliz quando encontrar um osso todo lustroso? :P Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. E isto deve ser da idade, aqui vão algumas correcções do post anterior: * Os portugueses cavaram a sua própria cova*... (parece que cemitérios não é comigo) e *Não ficas feliz quando encontras*... (Estava entretida a pensar nesse encontro entre o rafeiro e o osso lustroso que me descuidei)

    Até ao próximo Post!

    ResponderEliminar
  7. ESpeCiaLmente GaSPaS : Parece que temos de convencer os portugueses do velho lema hippie: DON'T WORRY, BE HAPPY! Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Olha que não é assim tão fácil ser feliz, mas para mim se as pessoas que eu amo estão felizes, então não posso pedir muito mais.
    Beijos e obrigada pela tua visita:)
    P.S- Olé Portoooooooo!!!!, lol!!!

    ResponderEliminar
  9. Conchita: Tens toda a razão. Não é fácil ser-se feliz, mas se vemos as pessoas ao nosso redor felizes, é um bom incentivo. Acho que era esse ponto que estava a tentar provar na minha publicação.Não tens de agradecer, fiz a visita com todo o gosto. Beijinhos!

    ResponderEliminar